Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog de uma miuda

Uma miúda adulta com coração de criança. Com amor à vida e a viver.

Blog de uma miuda

Uma miúda adulta com coração de criança. Com amor à vida e a viver.

Vacinar ou não vacinar?

     Bem, estou num curso de saúde e porque não falar de saúde?

campanha-vacina-da-gripe-2018-quem-deve-tomar-e-da

     Li ISTO e pensei:

 

Hoje em dia, tem vindo a ser cada vez mais frequente aparecer pais que se recusam a vacinar as crianças. Porque? Segundo o site Observador dizem que é uma "atitude marginal" dar vacinas só porque sim.

     Bem mas falemos em factos. Segundo o SNS (Sistema Nacional de Saúde) e a DGS ( Direção Geral da Saúde), o PNV (Plano Nacional de Vacinação) foi elaborado em 1965 e está desde então em constante estudo e renovação. Isto para que a população esteja preparada e evite determinados surtos e epidemias, e um facto é que desde essa altura doenças que eram comuns como o Sarampo, a papeira, a rubéola e a meningite, por exemplo, diminuíram e algumas até quase nem apareciam.

    Estas mesmas fontes ainda dizem que as vacinas fazem parte da medicina moderna e são uma proteção para o individuo, visto que o mesmo ganha uma certa resistência ou ate mesmo imunidade à doença bem como é uma mais valia para a saúde-pública.

 

As vacinas mudaram por completo o panorama das doenças infeciosas nos países desenvolvidos e permitiram salvar mais vidas e prevenir mais casos de doença do que qualquer tratamento médico.

As vacinas são produtos imunobiológicos constituídos por microrganismos, partes destes ou produtos derivados, que depois de inoculados no individuo saudável produzem uma resposta similar à da infeção natural induzindo imunidade sem risco para o vacinado.

Além da proteção individual, a maioria das vacinas tem ainda a capacidade de, a partir de determinadas taxas de cobertura vacinal, interromper a circulação dos microrganismos entre pessoas originando aquilo a que se chama “imunidade de grupo”. Este benefício para a sociedade é claramente uma mais-valia da vacinação em massa.

 

     Agora vamos supor que mesmo assim não queiram vacinar, a falta de vacinação põe aqueles que não cumprem o PNV vulneráveis, bem como até os indivíduos que estão vacinados. E como estudante deixe que vos transmita um conhecimento. Pegando no exemplo da varicela, quanto mais tardio o aparecimento dessa doença mais grave pode vir a ser. Mas este não é o meu único argumento.

     Olhemos para a realidade da nossa sociedade: os migrantes (eu sei que é um assunto polémico, mas estou a falar de factos). Pessoas vindas de outros países não têm o mesmo plano de vacinação, às vezes nem plano têm, logo nem vacinas têm. O que isto significa? Significa que trazem com eles um conjunto de doenças que podem pôr pessoas com as vacinas em dia em risco quanto mais os que não os têm. E isso para quem quer proteger os seus deve ser de extrema importância não é verdade?

 

     Eu sou a favor da vacinação e tu? Deixem os vossos comentários e opiniões, afinal ainda temos liberdade de expressão.

 

     Já agora deixo-vos a lista das vacinas que são mesmo obrigatórias. (Retiradas do site do e-konomista)

transferir.jpg

VHB  Protege da Hepatite B, uma doença que ataca o fígado e pode até originar cancro. É administrada em 3 doses (à nascença, aos 2 meses de idade e depois aos 6 meses);

BCG – Protege contra a tuberculose, uma doença infectocontagiosa. É constituída por apenas 1 dose e administrada à nascença apenas às crianças que pertencem a grupos ou comunidades com risco de doença;

VIP – Previne a poliomielite, uma doença que afeta o sistema nervoso e pode mesmo originar paralisia permanente. Divide-se em 4 doses: aos 2 meses, aos 4 meses, aos 6 meses e depois entre os 5 e os 6 anos;

DTPa  Protege contra o tétano, a difteria e a tosse convulsa. Esta vacina divide-se em 5 doses: 2 meses, 4 meses, 6 meses, 18 meses e depois entre os 5 e os 6 anos;

Td – Protege contra a difteria e o tétano. Diferente da anterior por ter um conteúdo menor de difteria. É administrada aos 10, 25, 45 e 65 anos de idade. Após os 65 anos, a sua toma passa a ser feita de 10 em 10 anos;

HIB  Protege contra uma bactéria responsável por alguns tipos de meningite bacteriana e outras doenças pulmonares, a hoemophilus influenzae tipo B. Deve ser tomada aos 2, 6 e 18 meses;

PN13  Previne infeções respiratórias e é administrada aos 2, 4 e 12 meses;

VASPR  Previne a rubéola, o sarampo e a papeira. Divide-se em duas doses: uma aos 15 meses e outra entre os 5 e os 6 anos;

MenC  Protege contra uma bactéria que pode provocar meningite, o meningococo. Deve ser tomada aos 12 meses de idade;

HPV – Apenas para pacientes do sexo feminino, já que protege contra o cancro do colo do útero. Divide-se em 3 doses e todas devem ser administradas entre os 10 e os 13 anos (embora mulheres mais velhas também a possam tomar).

 

Beijos e até breve,

Uma miúda.

 

Copyrighted.com Registered & Protected

Expressões Madeirenses!

     Lá estava eu a vasculhar o facebook para me distrair depois de um dia de exames na universidade quando me deparei com uma página que me permitiu soltar umas belas gargalhadas.

 

kisspng-emoticon-computer-icons-facebook-messenger

(Imagem retirada da internet)

 

     Como já mencionei na primeira publicação deste blog (podem lê-la AQUI), sou da Ilha da Madeira e como em todos os lugares além de uma pronuncia engraçada temos umas espressões igualmente engraçadas, outras sem sentido nenhum e umas que raramente usamos/ouvimos. Ao vasculhar o facebook encontrei um baú de preciosidades destas NESTA página. Lá eu encontrei o Album!! (os curiosos que lá forem vão observar que toda a pagina se rege pelas "nossas expressões").

 

Guardei as que mais gostei para partilhar com vocês:

  • Lálém - Ali; Longe
  • Lapinha - Presépio
  • Soquete - Pancada; Abanão
  • Ajuntar - Apanhar algo caido no chão
  • Bedum - Mau Cheiro
  • Bezerro - Rapaz bonito
  • Cambriola - Cambalhota
  • Batecú/ Sopapo/ Espalho - Queda
  • Buzica - Menina; Criança
  • Dar o badagaio - Sentir-se mal.
  • Gamsse - Pastilha elástica
  • Estrabuchar - Resmungar
  • Cramalhiera - Dentes
  • Cagatório - Não importa

 

E pronto é isto! Achei engraçado partilhar "isto" (nada de especial) convosco para ficarem a conhecer um pedacinho destes lados. Um resto de um bom Domingo.

 

Até breve,

Uma Miúda.

Copyrighted.com Registered & Protected

Dia do Amor

Chegou o dia do amor!

 

fundo-dos-valentim-dia-dos-coracoes-com-efeito-bor

 

     Hoje dia de São Valentim ou Dia dos namorado não ia escapar a uma pessoa romântica e sentimental como eu! Por isso não se esqueçam de reservar um tempinho para a pessoa especial ou caso não haja para vocês próprios, que de certo merecem.

     Mas este não é o principal motivo da minha aparição (como se de uma santa se tratasse). Dia do amor remete para o coração e neste mesmo dia também se comemora o Dia do Doente Coronário, data institucionalizada pela Fundação Portuguesa de Cardiologia(FPC) e esse sim é o motivo que me leva a escrever este artigo. 

 

     Uma doença coronária é o resultado, na maior parte dos doentes, de aterosclerose (espessamento e endurecimento da parede das artérias). Esta doença é caracterizada pela formação de placas ateroscleróticas resultantes das concentração de gorduras nas paredes das artérias, o que resulta no comprometimento da circulação sanguínea e a irrigação dos tecidos do coração. Então podemos dizer que se trata das consequências de uma insuficiência das artérias para irrigar o coração por não se lhe proporcionar os nutrientes e o oxigénio necessários para a sua atividade.

     Esta doença é favorecida por determinados hábitos, comportamentos e estilos de vida, daí que se use o dia dos namorados como forma de apelar à sociedade para os problemas que atacam o coração como por exemplo o tabagismo ativo e assivo, a má alimentação bem como a falta de exercicio fisico. Estes e outros comportamentos contribuem para aumentar os fatores de risco como por exemplo a hipertensão arterial, o colesterol elevado e os diabetes.

 

     Segundo a FPC a doença coronária pode manifestar-se através de: 

     (...) uma dor torácica passageira, denominada de angina de peito, que resulta de um défice transitório na irrigação do miocárdio, ou por uma situação mais grave, o enfarte de miocárdio, em que o défice de irrigação é mais prologando, resultando daí a necrose ou morte de células musculares cardíacas da região afetada. Por vezes, as lesões provocadas são de tal maneira graves que delas resulta a morte súbita.

   

 Apesar dos grandes avanços cientificos a mortalidade continua elevada daí a principal mensagem da FPC neste dia ser:

     (...) “mais vale prevenir que remediar”, reforçando-se a necessidade de alimentação saudável e atividade física (o simples andar faz maravilhas pelo coração).

     

De acordo com pesquisas e a cargo de curiosidade em Portugal a doença coronária aguda afeta 10 mil pessoas por ano, sendo que as doenças cardiovasculares se apresentam como a principal causa de morte na nação (42% dos óbitos). Sendo assim e para os que leram até aqui e ficaram "preocupados"/interessados deixo AQUI o documento do IASaúde relacionado a alguns cuidados.

 

Até breve,

Uma Miúda.

 

 

Outros artigos explicativos:

 

Fontes:

 

Copyrighted.com Registered & Protected

Uma novidade da miúda!!

     Porque sou uma moça muito dedicada e tenciono levar esta nossa relação de uma forma séria, eis uma novidade: um insta destinado a nós. Para vos atualizar e vos preparar para a minhas futuras postagens talvez loucas ou banais mas também podem ser importantes e mais sérias ou até mesmo polémicas! 

Espero por ti lá!

 

Link: Intagram de uma Miúda

 

Até breve,

Uma Miúda 

Copyrighted.com Registered & Protected

Dia Mundial do Doente

Dois no mesmo dia. Haja inspiração e vontade.

 

     Mas como futura profissional de saúde, não poderia deixar que o dia de hoje passasse sem me pronunciar sobre um tema desta natureza.

 

      Hoje, dia 11 de Fevereiro é o dia Mundial do Doente. Este dia foi instituído a 11 de fevereiro de 1992 pelo Papa João Paulo II e é celebrado com o intuito de apelar à humanidade para que seja promovido um serviço de maior atenção à pessoa doente. Que, talvez, do meu ponto de vista, se tenha perdido um pouco, não só a pessoa doente como a qualquer pessoa que necessite de cuidados.

     Por ter uma origem católica muitas e a maior parte das noticias relacionada a este tema reflete uma mensagem religiosa. Tendo como atividades fundamentais a oração e reflexão. (Para quem quiser deixo aqui a mensagem do Papa Francisco para este dia)

     Em Portugal este dia é celebrado pela celebração de missas bem como ações que tem como objetivo sensibilizar a sociedade civil para a necessidade de apoiar e ajudar todas as pessoas doentes. Neste mesmo dia, o Santuário de Fátima organiza a oração do rosário, na Capelinha das Aparições cerimonia esta que é aberta a todos.

 

     Já a nível do sector da saúde, o SNS (Sistema Nacional de Saúde) diz

     No dia 11 de fevereiro celebra-se o Dia Mundial do Doente. Para assinalar esta efeméride, o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC)  promove uma «Ação de Sensibilização Contra o Ruído Hospitalar» no átrio dos auditórios (Centro de Congressos),  pelas 12 horas.

     Esta iniciativa enquadra-se nas linhas de ação do «Projeto H2 – Humanizar o Hospital» o qual foi apresentado publicamente no passado dia 24 de janeiro e consiste numa «grande concentração» que vai envolver profissionais, utentes e seus familiares, e membros do público em geral.

     O projeto enquadra-se no conceito de cuidados de saúde centrados nas pessoas e tem como principais objetivos:

-  Sensibilizar o universo hospitalar para a importância da adoção de uma cultura centrada no respeito pela pessoa doente e de quem dela cuida;

-  Promover a melhoria da atividade assistencial através do apelo à adoção de valores e princípios como a dignidade, a compreensão, a cortesia e a empatia;

-  Constituir-se como um incentivo a um trabalho colaborativo que envolva profissionais de saúde, doentes e seus familiares.

 

     A ação de sensibilização contra o ruído hospitalar é aberta a todos os cidadãos que desejem associar-se à iniciativa.

 

dia_mundial_doente_2019_.jpg

(Imagem retirada da Internet)

 

Fontes: 

https://www.atlasdasaude.pt/publico/content/dia-mundial-do-doente

http://www.irmashospitaleiras.pt/csrsi/ultimas-noticias2/161-dia-mundial-do-doente-2018

http://www.agencia.ecclesia.pt/portal/mensagem-do-papa-francisco-para-o-xxvii-dia-mundial-do-doente/

https://www.sns.gov.pt/noticias/2019/02/07/dia-mundial-do-doente/

 

Copyrighted.com Registered & Protected

(30) Coisas simples sobre mim...

     Hoje quis vos trazer mais alguns detalhes sobre mim, coisas simples que parece que não caracterizam uma pessoa... mas sim caracterizam.

 

1- Gosto de café mas prefiro leite achocolatado;

2- Adoro ler livros no silêncio de um quarto escuro com uma luz de presença acesa;

3- Gosto de ver filmes de ação, grito em filmes de terror e às vezes choro em filmes de romance;

4- Quando leio um livro entro naquele mundo e vivo aquela vida;

5- Gosto de teatro, livros e música;

6- A minha cor favorita não é Rosa. Na verdade não tenho uma cor favorita. Gosto de cores.

7- Gosto de passear e por mim um dia na natureza é um dia bem passado;

8- Não gosto de ir à praia mas gosto de ver o mar; de cheirar o ar daquele ambiente deslumbrante;

9- Gosto de estar sozinha e ter o meu espaço apesar de gostar de estar perto de pessoas;

10- Gosto de opinar e de escrever mas nem sempre gosto de partilhar o que escrevo;

11- Gosto de escrever cartas para as pessoas mesmo sabendo que elas não vão ler; 

12- Às vezes acredito em Deus e as vezes não;

13-Gosto de ver o pôr do sol e o nascer do sol;

14- Gosto de olhar para o céu e ver as nuvens a mudar a sua forma como também gosto de ver as estrelas;

15- Odeio pintar as unhas mas adoro tê-las arranjadas;

16- Odeio fazer a depilação e odeio quando os pelos crescem demasiado rápido; 

17- Odeio aquela altura do mês que fico menstruada;

18- Odeio fazer anos mas adoro os presentes;

19- Adoro chocolates principalmente os brancos;

20- Adoro gelado de pistacho e de iogurte;

21- Adoro ver series mas fico sempre atrasada porque tenho preguiça de ver todas as semanas. A menos que seja o Game of Thrones;

22- Game of Thrones é de longe a minha serie predileta;

23- Adoro crianças mas perco a paciência com falta de educação;

24- Gosto de me maquilhar mas tenho preguiça de me levantar mais cedo para o fazer;

25- Podia ficar na cama um dia inteiro mas não o fico porque sou criticada;

26- Quanto estou chateada não sou coerente ....

27- Gosto de quebrar tabus;

28- Odeio pessoas machistas;

29- Gosto de ter uma mente aberta a novas experiências, ideias, opiniões;

30- Gosto de pessoas com um ponto de vista diferente do meu, mas que o saibam expor sem achar que são os donos da razão.

e por aí em diante....

 

Até à próxima,

Uma miúda.

Copyrighted.com Registered & Protected

O que dizer desta Miúda?

     Então começar é dificil mas temos de começar por algum lado.  Então começemos por conhecer a miúda que está deste lado.

     Esta miúda tem nome, chamo-me Camila Isabela tenho 21 anos mas estou bem mais perto dos 22 do que dos 21. Nasci no dia 2 de março de 1997 no Funchal (Ilha da Madeira), sou do signo peixe, e sim sou bem sentimental.

     De uma foma muito superficial, estudo Enfermagem numa escola que se diz prestigiada. Sou introvertida mas adoro ver e estar com pessoas. Gosto de ler, romances de preferência. Gosto de música de a ouvir, de a cantar e de a dançar tanto que fui bailarina desde os 2 anos de idade até aos 14. Gosto de fotografia e da natureza e de caminhadas. Adoro maquilhagem e moda mas entre comer e dormir prefiro a ultima junção. Sou alegre e divertida porém envergonhada. Sou a louca que devoradora séries e filmes com olhos. Gosto de carinhos e de mimos. Gosto de estar com as minhas amigas e de estar com o meu namorado. Gosto de namorar, de beijar, de abraçar e de presentear os outros, nem que seja com a minha ilustre presença (ahaha esqueci de mencionar que as vezes tenho estas saídas muito.... modestas).

     De uma forma mais profunda e séria considero a minha realidade bem diferente do dito "normal". Tive de crescer com mais rapidez acomparando às pessoas que me rodeavam. Os meus pais separaram-se quando eu era criança, ou seja na altura em que o divórcio não era assim tão comum, perdi o contacto com a minha mãe se bem que mesmo antes disso não tinha muito e fiquei muito próxima ao meu pai. Mais tarde a Camila de 20 anos perdeu o chão quando o pai faleceu num acidente de viação. E vou ser bem sincera, nunca voltei a ser a mesma. Não tinha tirado um curso, nem sequer tinha começado, e fiquei neste mundo sozinha. Foi um período bem escuro que por dias visita-me, mas graças a amigos e a pessoas que considero familia superei, ou melhor dizendo estou a superar.

     Esta sou eu. Mais uma miúda, com mais uma história, com mais uma opinião, com mais qualquer coisa para dizer a este mundo.

     "Porque criaste um blog? Pela minha necessidade de expressar-me, bem como por ser uma boa forma de terapia. Para além de ser muito mais fácil nos tempos modernos falarmos com a internet (pessoas sem cara) do que metermo-nos num psicológo, sem tirar o mérito desses profissionais que ajudam em muito a nossa comunidade. Já tive outros blogs mas acabei por abandoná-los ou perder o acesso porque só não perco a cabeça por estar presa ao corpo.

    É impossivel simplificarmos uma pessoa em linhas, mas eu tentei me resumir de uma forma bem resumida e em relação ao que falta...digamos que um pouco de mistério nunca matou ninguém. 

 

Beijos e até à proxima,

 Uma Miúda

Copyrighted.com Registered & Protected